MANIFESTO EM FAVOR DA FAMÍLIA

Nós, cidadãos brasileiros, reivindicamos que as autoridades judiciais, governamentais, políticas, militares e eclesiásticas da nossa nação, se posicionem contra o desequilíbrio nas intenções de defesa dos direitos humanos.
Entendemos que os direitos humanos devem ser para todos os cidadãos, sem tendências em favor de alguns grupos e detrimento das opiniões de outros.
Para tanto exigimos que na elaboração dos projetos em favor dos direitos humanos haja maior participação da sociedade.
Entendemos que nenhuma lei pode impedir a manifestação de uma opinião ou convicção pessoal, portanto não se pode utilizar o termo discriminação quando se trata de foro intimo. Que haja liberdade de imprensa e de qualquer cidadão expressar sua opinião. Abaixo a lei da mordaça.

Entendemos que qualquer pessoa tenha o direito de dirigir seus padrões morais, e exigimos o direito de opinar nossa posição contra o homossexualismo. Respeitamos os homossexuais, mas não concordamos com sua postura moral.

 Manifestamos nossa repugnância contra a pornografia, pois ela destrói os padrões morais e deteriora os relacionamentos familiares. Não podemos aceitar que a indústria pornográfica tenha imunidade tributaria, quando pagamos 30% de impostos nos preços dos  remédios.

Manifestamos nosso repudio à pedofilia e toda sorte de abuso sexual infantil, e exigimos leis severas na punição destes delitos.

 Entendemos que a vida humana começa na concepção e que esta vida tem todos os direitos de proteção. Portanto somos contra toda e qualquer lei a favor do aborto, e pedimos ações serias do governo para fechar as clínicas clandestinas de aborto.

 Entendemos que o casamento é uma instituição divina e que precisamos preservar a família, e nos manifestamos contra a facilitação do divorcio em nossa nação.
 Manifestamos nosso repudio a união conjugal de pessoas do mesmo sexo. Este tipo de união ofende a instituição do verdadeiro casamento que é entre um homem e uma mulher.

 Manifestamos nosso protesto contra toda forma de violência domestica, seja entre cônjuges, familiares e principalmente mulheres e crianças. Exigimos leis severas contra toda e qualquer violência doméstica.

 Manifestamos nosso protesto contra o abuso sexual em todas as suas formas. Não aceitamos o trafico de mulheres, principalmente de crianças. Rejeitamos a prostituição infantil em pacotes turísticos.

 Entendemos que as tribos indígenas de nossa nação precisam manter sua cultura, mas somos contra o infanticídio. Que nossos irmãos indígenas tenham sua liberdade cultural, mas que não atentem contra a vida humana.

 Manifestamo-nos em favor da vida, e repudiamos toda e qualquer forma de Eutanásia. Entendemos que a vida é um dom de Deus, e somente Deus tem o direito de dá-la e tirá-la.

 Pedimos às autoridades governamentais que criem mecanismos para melhorar a distribuição de renda em nossa nação.

 Entendemos que a família deve ser protegida, portanto pedimos as autoridades governamentais que se façam um estudo do aumento do salário mínimo, para que cada cidadão tenha direito a casa, comida, estudo, saúde, e lazer.

 Finalmente exigimos que a liberdade religiosa e de expressão dos princípios religiosos seja mantida em nossa nação.
Como cidadãos brasileiros, tementes a Deus, nos comprometemos a orar e apoiar o nosso governo, para que tenhamos uma vida de tranqüilidade, paz e progresso.
11 de Setembro de 2010

Pr. Edison Queiroz

http://www.familias.org.br/

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Família. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s