Juiz ministra palestra para promover a paz mundial

Semear a paz social, rejeitar a violência, ser generoso e tornar o ambiente familiar e profissional mais humano. Esses são alguns tópicos que foram abordados no dia 25 de setembro de 2008, às 15 horas, no auditório do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), pelo juiz Carlos José Limongi Sterse, titular do Juizado da Infância e da Juventude de Anápolis, diretor do Foro local e membro da Escola de Pais do Brasil, durante a palestra Como Marco Minha Presença no Mundo.

O evento está sendo promovido pelo Comitê Do Judiciário Goiano para uma Cultura de Paz e conta com o apoio da coordenadora do Serviço Social do TJ-GO, Myrian Ferreira de Carvalho Melo. Para Carlos Sterse, é no momento atual, em que a sociedade contemporânea convive com uma distorção dos valores familiares e éticos e com vários tipos de violência geradas, na maioria das vezes, por intolerância, é que existe a necessidade de auto-reflexão. "É preciso que todos nós façamos uma avaliação interna sobre nós mesmos e em como podemos fazer o bem ao nosso próximo. Muitas pessoas dizem que você não pode mudar o mundo, mas você pode começar a mudá-lo dentro da sua própria casa buscando conviver em harmonia com seus familiares e ajudando as pessoas que necessitam. Basta apenas que seja dado o primeiro passo", observou.

O magistrado falará ainda sobre os vários projetos sociais desenvolvidos em Anápolis, entre eles o Cruzada pela Dignidade, cujo objetivo é o fortalecimento dos núcleos familiares atendidos pelos Sistemas de Justiça e de Garantias e Direitos, além da experiência em congressos que visam promover a paz mundial "Diante de tantos problemas, resolvi não fazer, apenas, o meu trabalho e como cristão decidi convidar a sociedade organizada para juntos nos unirmos e buscarmos solução para essas dificuldades", explicou. Carlos Limongi, que participou em julho de um Congresso organizado pela Federação pela Paz Mundial (UPF), em Assunção, no Paraguai, onde estiveram presentes representantes de mais de 100 países, comentou também que recebeu um convite da Global Peace Festival (GPF) para coordenar o movimento pela paz no Brasil. "Fiquei lisonjeado e feliz com esse convite tão especial, pois também procuro melhorar a cada dia como ser humano", frisou. (Myrelle Motta)

Fonte: http://www.tjgo.jus.br/noticias/index.php?Pg=LerNot&Id=6023

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s