Diversidade sexual não combina como religiosidade

Caro Rogério de Oliveira,
Caros amigos Inter-religiosos,

Acredito a importância do Respeito a todos os seres humanos
independante da crença, raça, nacionalidade e cultura.

Acredito a importância da Inter-religiosidade, promovendo o diálogo e
a cooperação entre as religiões como fundamento para a Paz Mundial.
Sim! absolutamente necessário.

Mas, eu gostaria de esclarecer para todos em meu nome próprio e
também como representante da tradição Unificacionista, como membro da
Associação das Famílias e da Federação para a Paz Universal um ponto
fundamental que é o seguinte:

Religiosidade verdadeira no sentido de RELIGAR com o ideal de Deus,
como objetivo de construir um Mundo de Paz, centralizado no Amor
Verdadeiro, baseado no Ideal da Família Sagrada composta de um casal
homem e mulher não combina como "diversidade sexual".

No Mundo Original, criado por Deus (ou outro nome dependendo da
tradição) todos os seres se relacionam entre macho e femea, masculina
e feminina, de maneira harmoniosa para multiplicar a vida.
O primeiro casal humano, imagem visível do Ser Absoluto invisível,
também estava destinado a multiplicar o Amor eterno, fonte de
felicidade através do Casamento Sagrado entre o Adão aperfeiçoado e a
Eva aperefeiçoada abençoado por Deus.

Devido a queda dos primeiros antepassados, somos descendantes de uma
linhagem contaminada pelo egoísmo, com dificuldades e conflitos
herdados de nossos ancestrais, devido a incapacidade de amar, o
coração ferido, imaduro e magoado entre homem e a mulher, alguns
desenvolvem "amizades" para as pessoas do mesmo sexo, ou amizade com
animais, isto é a consequencia de uma forma de deficiência de Amor do
ponto de vista Original.

O papel e a responsabilidade das religiões é de dialogar, cooperar e
buscar soluções para restaurar, purificar e curar as naturezas
decaidas que ainda contaminam o coração de muitos de nos irmãos e
irmãs vitimas de famílias conflitadas devido o falso amor egoista
resultando da separação do Nossos Pais Celestiais.

A queda dos primeiros antepassados humanos era de fato um pecado
sexual,
raiz de todos os problemas da humanidade, relacionamento
sexual precoce, relação sexual fora do compromisso do casamento entre
um homem e uma mulher, o comportamento sexual fora da lei universal
do criador, é exatamente a cause de todos os sofrimentos da
humanidade, produzindo todos os conflitos, guerras e misérias.

A pauta para os religiosos sinceros buscando a Vontade Divina, não é
tentar justificar o pecado, mais mostrar a Verdade, reconhecer o
erro, arrepender e se reconciliar com o desejo original do Criador,
utilisando o poder do Amor Todo Poderoso para curar. Fortalecendo as
famílias preparando os jovens para o Projeto do Casamento Sagrado.

Devemos nos reunir para elaborar um conteúdo comun para oferecer a
todos os jovens uma Educação do Caráter, valores morais e
espírituais, que todos possam se preparar o grande e maravilhoso
Projeto da Vida que é o Casamento Sagrado e eterno entre um homem e
uma mulher fonte de felicidade, de Paz na Terra e no Céu.

Desculpe para minhas palavras limitadas e qualquer mau entendimento,
estou a disposição para mais esclarecimentos e contribuir sobre este
assunto tão importante para o futuro da humanidade.

Rev. Christian

On 5/7/07, Susana Huttner Palaia <zsuzsa@terra.com.br > wrote:

Segue para divulgação!

III Seminário de Inter-Religiosidade e Diversidade Sexual
Com o objetivo de dialogar com as religiões e seus diferentes pontos
de
vista em relação à diversidade sexual, a Coordenadoria de Assuntos de
Diversidade Sexual, por meio da Secretaria Especial para Participação
e
Parceria da Prefeitura Municipal de São Paulo, realizará nos dias 01,
02 e
03 de junho, na Galeria Olido, o III Seminário de Inter-Religiosidade
e
Diversidade Sexual.
Com a realização das palestras, o seminário tem o propósito de
promover a
diversidade como um todo e mostrar a possibilidade de diálogo entre as
religiões existentes. Participarão das mesas de debate os palestrantes
Padre José Trasferetti, André Musskopf, Theresa Vilalba e a Rabina
Luciana
Pajecki Lederman entre outros líderes religiosos; além da Comissão
Municipal dos Direitos Humanos, a Comunidade Judeus GLBT Brasileiros,
a
Comunidade Cristã Nova Esperança, a Comunidade Oyá e de Ogun, o
Conselho
Estadual da Comunidade Negra, a Federação Espírita Brasileira, a
Organização Brahma Kumaris, o Ritual Celta – Casamento GLS, o Umbanda
Fest
e o Wicca Cia das Bruxas.
Respeitar as diferenças por meio de uma trajetória de paz se faz ao
aceitar a todos cidadãos como eles são, independente de raça, cultura,
religião ou orientação sexual.
Segue o convite em formato eletrônico, peço a gentileza de divulgar
junto
à comunidade que representa e demais contatos.
As inscrições serão realizadas pela Internet na página
http://www.prefeitura.sp.gov.br/cads
<http://www.prefeitura.sp.gov.br/cads> . Sua
presença e imprescindível!

Saudações de Paz

Rogério de Oliveira

Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual.
Secretaria Especial para Participação e Parceria
11 – 3113-9738 / 9748

Anúncios
Esse post foi publicado em Religião. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s