Sobre os documentos entregados pelo Dr Maurílio relacionados ao Rev Moon

 
Seguindo minha carta do 14/03/06 relacionando 8 assuntos de acusações contra o Rev Moon ligados ao Projeto Jardim no Mato Grosso.
Eu pesquisei e achei o Relatório final da CPI da Assembléia Legislativa do Estado do Mato Grosso do Sul que é anexado (eu acrescentei duas notas e alguns links de Sites acessíveis pressionando a tecla Ctrl + o lado esquerdo do mouse).
 
Segue a CONCLUSÃO

Assim sendo, o que poderia ser uma grande tribulação, pode ser transformar em um fator de desenvolvimento para o Estado e para o país.  Está nas mãos de V.Exas. sair de uma CPI para um projeto de desenvolvimento nunca visto no Estado, que poderá, bem conduzido, levar  nossa economia a patamares nunca dantes sonhados.

Como lembrança, há vinte anos, a ADIDAS pretendeu instalar uma indústria no Paquistão, recebendo toda sorte de resistência de grupos radicais naquele país. Hoje, o Paquistão fabrica bolas (inclusive as usadas na Copa da FIFA) e material esportivo para o mundo todo.

O mesmo aconteceu quando se criou uma réplica do "Vale do Silício" na Índia, para produção de semicondutores e placas para computadores.  Hoje a Índia é referência na produção de computadores para todo o mundo.

Ao invés de fechar o Estado para iniciativas como as do Reverendo Moon, mais vale examinar o que elas têm a oferecer e preparar nossa mão-de-obra, nossos técnicos, nossos estudantes para conviver com a Coréia, um país que é líder mundial na produção de bens de consumo e alta tecnologia (inclusive os passes eletrônicos de ônibus utilizados em Campo Grande são desenvolvidos por tecnologia de Seul).

Recomendamos, ante a importância do projeto para o Estado, que haja participação da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande nos estudos de aproveitamento de mão-de-obra e na elaboração das estratégias comerciais, bem como já foi ventilado, das universidades locais nos estudos junto ao grupo.

Caso V.Exas. queiram, o TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA, bem como a condução de reuniões com o grupo Moon, poderão ser encetadas com urgência, visando implantação do programa educativo-científico-industrial já em 2003.

Campo Grande, MS, 9 de dezembro de 2002.

Deputado Maurício Picarelli
Relator da CPI

Deputado Jerson Domingos
Presidente da CPI

http://www.al.ms.gov.br/Default.aspx?tabid=326

 

 

A Conclusão da CPI comprovou a inocência do Rev.  Moon mais uma vez, e os deputados concluíram favoravelmente o relatório.

Eu acredito que se os conselheiros do ConPAZ se esforçassem para pesquisar um pouco mais profundamente sobre as atividades e a ideologia das instituições inspiradas pelo Rev Moon (veja o anexo), em vez de prestar atenção às velhas acusações falsas e perseguições injustas da mídia escandalosa, eles chegariam também a uma conclusão positiva.

Há muito mais a ganhar da parceria, da cooperação e da inclusão do que da rejeição e exclusão.

 

A reprovação da Federação para a Paz Universal / Associação Inter-religiosa Internacional para a Paz Mundial do grupo das organizações conselheiras do ConPAZ foi um erro grave de discriminação que fere os princípios da Cultura de Paz que o ConPaz pretende praticar.

 

Precisamos, URGENTEMENTE repensar, rever e resolver esta situação.

 

Um abraço a todos,

Christian Lepelletier

FPU/AIIPM

Coloborador ConPAZ   

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Organizações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s